Escrevendo estás em mim
quando escrevo estou contigo
também tú estás comigo;
O que esvrevo não tem fim!

E é nestes momentos
que por fim falo contigo
és tú, meu ombro amigo
a quem conto meus tormentos
e tú ouves-me até ao fim
sem me mandares parar.

Como gostava de parar
e apertar-te junto a mim
ficarmos p'ra sempre assim
p'ra sempre, até ao fim!...

MC

 

música: Saudade,amor,poesia,dor,sentimento
publicado por mcarvas às 21:42