Aquela onda do mar
que na praia desmaiava
e nela se enrolava
para não mais a largar...

Enrolada em seus dedos
dançava a pequenina
era sempre traquina
por ter perdido seus mêdos!...

E esta onda pequenina
estava tão enamorada
abraçava sua amada
e era ainda menina.

Mas o destino quiz um dia
que por seus dedos fugisse
e por mais que ela pedisse
tornou-se fria e esguia.

E a pequenina onda ferida
no alto mar se escondeu
nele, ela se perdeu 
nele perdeu a sua sua vida.

MC

 

publicado por mcarvas às 17:21