A vida no seu começo

06.11.08


Vagueio por entre a folhagem
trazida por ventos de outono
onde tudo é abandono
nas margens desta passagem.

O grilo que já não canta
já marcou o seu terreno
bem no cimo daquele ermo
que no inverno o sustenta.

O caminho lá vou seguindo
por entre fragas e penêdos.
Alguns acordam mêdos
nestes tempos de degrêdo.

Bem no cimo daquela escarpa
um barulho de espantar
vê-se uma fraga tão impar
com uma face lisa e limpa.

Abeiro-me do penhasco
e um ruído de entroar...
É um mar d'àgua a brotar
A vida no seu começo!...

MC

 

publicado por mcarvas às 15:15

O dia voltou à cidade

06.11.08


O dia de novo surgiu
em espampanante alvorada
emsombrando a madrugada
que de mansinho partiu!

Raios de luz cobriram
as friestas mais escondidas
que serviam de guarida
aos que ali pernoitavam.

Desperta a natureza
em todo o seu explendor
grasnam os patos com fulgor
num charco de subtil beleza.

A vida voltou à ciddade!
E o bolúcio das ruas
que há pouco estavam nuas
já se vestem de vaidade.

MC

 

música: poesia,verdade,pensamento,vida,amor
publicado por mcarvas às 15:14

O sol suspirou

06.11.08

s
Dei-te um ramo de cravos
para honrar o teu vestido
e um sorriso desmedido
reflectiu-se em teus olhos.

Um rouxinol cantador
em teu ombro se pousou
que até o sol suspirou
ao vêr tamanho explendor!

Mirar-te é meu prazer
meu prazer principal
não tenho outro igual
nem outro eu quero têr.

MC

 

publicado por mcarvas às 15:13

Pensamento só meu

06.11.08


Soltou-se uma estrela no céu
Ao vêr-se perdida, fugiu...
e logo atrás dela seguiu
este pensamento só meu.

Escondeu-se p'ra lá do tempo;
Nesse tempo se perdeu!
Ao vêr-me sozinho, sorriu

e sua mão me estendeu.
nesse momento surgiu
o tempo que tinha perdido!...

MC

 

publicado por mcarvas às 15:12

Ondas revoltas

05.11.08


Uma pedrinha brincava
nas ondas do mar revolto
escarecendo do mais devoto
que ao mar, seus males jogava.

E foi nesta união
que a pedrinha caíu
e logo ali se partiu

nas ondas, não mais surgiu!
Ao mar ela se uniu
em completa comunhão!...

MC

 

publicado por mcarvas às 17:14

Vestiu-se de luar

05.11.08


A noite vestiu-se de luar
saíu nua pela rua
pousou sua mão nua
n'um riacho a palpitar!

Espelhou seu ar de amante
nas àguas do acreditar
não mais parou de pensar
em aventuras distantes...

Olhou p'ras estrelas, sorriu
e uma estrela velhinha
pensando que luz já não tinha
novos caminhos abriu.

E um manto de luz cobriu
os quatro pontos cardeais
não se ouviu nem mais um ai
e o dia de novo surgiu.

MC

 

publicado por mcarvas às 17:00

Berço

05.11.08


Certo dia um caracol
em seu passo miudinho
trajava um casaquinho
que fazia rir o sol!

Sem se deixar esmorecer
seguia por um carreiro
que o levaria ao terreiro
ao leito que o viu nascer.

Na capaça
um chapelete
que viu sua mãe tecer
que até na cabeça caber
lhe punha um ramalhete.

Envolto em seu pensamento
lá seguia seu caminho
sempre bem devagarinho
sempre tão lentamente.

MC

 

publicado por mcarvas às 16:59

Faces rosadas

02.11.08


Um manto de luz cobriu
as névoas do firmamento
dissipando o andamento
de um anjo que ali surgiu.

A seu lado seguia
a estrela do bom pastor
na mão tinha uma flôr
que d'alegria surria!

Eram mais de mil trombetas
anunciando a chegada;
Oh Deus, vi minha amada!

Em suas faces rosadas
despertava a alvorada
que surgiu tão de repente

MC

 

publicado por mcarvas às 14:38

mais sobre mim

pesquisar

 

Novembro 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
12
14
15
16
19
20
21
22
24
25
26
27
30

comentários recentes

  • Gostei muito desta poesiaLindo,e triste o pobrezi...
  • Lindo, lindo o que aqui li, lembrou-me infância, s...
  • Gostei destas quadras, claro que gostei muito daqu...
  • Adorei.Só hoje dei com o seu espaço, mas vou volta...
  • Olá! Apesar de comentar muito espaçadamente estes ...
  • tenho olhos azuis e sou loiro, a minha namorada te...
  • É bom ter de volta estes preciosos poemas. Fico co...
  • E nas feiras compram votos com canetas e autocolan...
  • Tenho de me penitenciar por ter estado uma semana ...
  • Uma mão cheia de bonitos poemas. Este último, entã...

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro