Jornada

30.09.09


Subtíl era o momento
que tão breve se esfumou
quan n^gro o camafeu
que irrompeu do relento!...

Baba, soltava às postas
qual algazarra no inferno
que tomou vales e ermos
descarnando as encostas.

Como castigo dos céus
a chuva jorrou a rodos
que elevou côdeas e lodos
para alvitrar tanto réu!

Bem longe surgiu o sinal
de volumosa tormenta
que rasga e arrebenta
rumo ao juízo final.

Que venham então, levem tudo
de putrido e desenganos
consuma mêses e anos
nesse ar servo e mudo...

Caspem-se as unhas dos pés
na passada descontínua
e essa vida de míngua
lavada de lez a lez!

Venha esse sinal,
venha por fim afinal.

MC

 

música: j
publicado por mcarvas às 12:08

Desejo

06.09.09


Cor de prata cintilante
que baila nas ondas do mar
Baila, baila sem parar
num abraço de amantes!

Traineira de vêla à banda 
es princezinha do mar
eleva-se a onda a bailar
por ti, oh linda ciranda!

Na proa, que a tudo alcança
vai um desjo a cantar
baila, baila sem parar
com encejo na bonança.

Bailam as franjas sem parar
rasgando as ondas do mar
e a traineirinha a navegar

Baila,baila sem parar
num bailado de encantar
com esperança em voltar!...

MC

 

publicado por mcarvas às 03:52

Fios de incerteza

06.09.09


Esvoaçam folhas pelo ar
acolhendo em si o outono
que chega com ares de dono
deixando a saudade a pairar.

Os ninhos então escondidos
expôem já seu rendilhado
tecido por bico prendado
de um tentilhão de sobrado.

Com os olhos aguçados
e uma poupa matizada
é delícia p'ra criançada
em seu vôo alvoraçado.

Tece fios de incerteza
bem no alto de um sobreiro
qual castelo erguida em eira
para lhe dar mais firmeza.

O vento então suave
arrasta já tanta incúria
que anda solta em fúria
regendoovôo da ave.

Nas artes da construção
é trabalhador exímio
desde a base até ao cimo
o negrilho, sua perdição.

E o outono que chegou
trazendo os ventos do norte
migram aves em magote
e o tentilhão cá ficou!...

MC

 

publicado por mcarvas às 03:49

mais sobre mim

pesquisar

 

Setembro 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29

comentários recentes

  • Gostei muito desta poesiaLindo,e triste o pobrezi...
  • Lindo, lindo o que aqui li, lembrou-me infância, s...
  • Gostei destas quadras, claro que gostei muito daqu...
  • Adorei.Só hoje dei com o seu espaço, mas vou volta...
  • Olá! Apesar de comentar muito espaçadamente estes ...
  • tenho olhos azuis e sou loiro, a minha namorada te...
  • É bom ter de volta estes preciosos poemas. Fico co...
  • E nas feiras compram votos com canetas e autocolan...
  • Tenho de me penitenciar por ter estado uma semana ...
  • Uma mão cheia de bonitos poemas. Este último, entã...

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro