O dia de novo surgiu
em espampanante alvorada
emsombrando a madrugada
que de mansinho partiu!

Raios de luz cobriram
as friestas mais escondidas
que serviam de guarida
aos que ali pernoitavam.

Desperta a natureza
em todo o seu explendor
grasnam os patos com fulgor
num charco de subtil beleza.

A vida voltou à ciddade!
E o bolúcio das ruas
que há pouco estavam nuas
já se vestem de vaidade.

MC

 

música: poesia,verdade,pensamento,vida,amor
publicado por mcarvas às 15:14