Cisne branco, cisne branco
oh cisne de poupa esguia
meu caminho, minha via
p'ra outros mundos de pranto.

Trazes contigo lembranças
talhadas no pensamento
geradas em fogo lento
saudosos tempos de criança.

És uno entre os demais
criador da existênciapois
geras forte essência
no vale dos vendavais.

Avivas com teu voar
as dôres de um recordar
colhidas em manto imenso

nesses vastos céus sem par.
Ao vêr-te tudo se adensa...
é minha alma a gritar!.

MC

 

publicado por mcarvas às 01:19