Eram tantas as janelas
que se abriram, qual altar
em todas, lenços a abanar
os ventos da despedida.

Soluços encheram o ar
tantos quantos ousei vêr
nos céus sem nada temer
pairavam aves, para te louvar!

Edílico esse momento
esse momento capital...
vivê-lo, um grande mal
senti-lo, é um tormento.

MC

 

publicado por mcarvas às 17:32