A nacionalidade, é um estado de alma!

Não de compra, nem tampouco se adquire.

É nos confiada à nascensa, sendo-nos atribuída

a responsabilidade de a cultivar-mos

no nosso tempo.

 

MC

sinto-me:
publicado por mcarvas às 18:20