Passeio à beira mar
Sinto-me a pairar!
Este nó que retira o ar...
Vejo-te luzir brilhante;
Esvoaçam névoas alegres
em tua saudosa aurora.
Tão ampla e quan ausente
inconstante ares de amante!
A tristeza desespera
nesta espera incessante!...
sinto-me:
publicado por mcarvas às 16:28