Sorriu virado pró céu

Nesse gesto tão so seu

Sonhos vivos, sonhos deu

Sonhos levou e perdeu!

 

Brilha bem alto, bem longe

Tão longe, bem perto de mim

Tão forte pulsa sem mim

Sem fim, teu brilho em mim.

 

Vela su alma, meu Deus

Já que de mim o roubas-te

Tudo tão meu Tú tomas-te

Meus, que agora são teus!

 

Este manto que me assombra

Alonga-se em mim de lembranças

Gentias são suas tranças

Plantio de esteiros e sombra.

 

Vida dura, vida nua

Que sulca dentro do peito

Rasga pois, bem tudo a eito

Desta perda em vida, a tua!...

 

MC

publicado por mcarvas às 17:52