A mente, encerra em si

Ciclos de um vai e vem

Pausas p'ra ver quem tem

 

Vestes que pousam em ti

Traços, que crescem em mim

Sombras que vingam sem fim!...

 

MC

publicado por mcarvas às 17:42