Não tenho nada de meu
fortuna, joias, palácios
tenho estrelas e o luar
e muito amor para te dar.

Em pensamentos me embrenho
e vou cada vez mais fundo
caminho, até ao fim do mundo
e vejo que já nada tenho. 
 
és todo meu mundo.
Já não choro, já não rio
já nem sequer sinto frio
a vida perdeu seu rumo
está presa por um fio... 
 
Pensamentos consomem 
neles me deixo embalar
por nada mais ter para dar
neles meus sonhos dormem.

Dormem, já não acordam 
neles que eu quero viver 
neles, eu posso querer 
neles, eu posso te ter.

Dorme!...
Meu Amor já dorme...

 

publicado por mcarvas às 17:43