Homenagem

18.09.08

Não chores mais moreninha...
Não chores mais meu amor.
Tuas lágrimas, são ais
que me ferem como punhais.
Tem dó, oh alma minha.

As tuas côres rosadas
murcharam de palidêz
até mesmo a tua têz
perdeu, o tom das fadas.

Teu rosto aveludado
onde exultava meu olhar
são sombras de meu penar
desígnios deste meu fado.

Teus lábios singelos
que louvava ao beijar
com sabor a tom de mel
plantaram em min'alma o fel...

Teu corpo escultural
qual Deusa no olímpo
sempre tão puro, tão limpo
que adorava afagar
Não mais o vou sentir
Não mais o vou amar!

Serpenteia em mim teu prazer
tuas dôres e aflição
que me inundam de emoção
como é triste, não mais te vêr
Tão duro, não mais te ter.

Até logo meu amor
Sonho contigo em meu leito
Dorme comigo em meu peito
consola-me tú desta dôr.

Se há verdade nos céus
nesse mundo que me espera
seja nesta ou noutra era
rogo que pecados meus

De tanto, tanto te amar
me conçedam a graça
por mais escura que seja a traça
de te voltar a vêr.
P'ra sempre te vou amar.

Não consigo resistir
a tão forte sentir
tão doce, seria partir!....

Até sempre meu amor

MC

 

publicado por mcarvas às 17:47

Lembranças

18.09.08

Em bucólica paisagem
repousei o meu olhar
que de tanto vaguear
está cansado, da miragem.

Porque o fiz, não sei
N'um embrulhar de recordações
preçes e orarações
naquele recanto o pousei.

O tom das côres, acalmou
este meu desassossego
a paisagem deu-me fôlego
para pensar no que sou.

Neste breve momento
de alguma lucidêz
penso no que a vida me fez
alívio meu tormento.

Vida, coisa ingrata
tempo tão fortuíto
pois possui no seu intuito
o que dá, depressa mata!...

Deixa-me sem vida
porque não me leva também?
para lá, para o além...
onde repousa minha amada.

Ignóbil este destino
em que pouso meu olhar
que nada tem para dar
em um completo desatino.

MC

 

publicado por mcarvas às 17:45

mais sobre mim

pesquisar

 

Setembro 2008

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
17
19
20
22
23
24
25
26
27
29
30

comentários recentes

  • Gostei muito desta poesiaLindo,e triste o pobrezi...
  • Lindo, lindo o que aqui li, lembrou-me infância, s...
  • Gostei destas quadras, claro que gostei muito daqu...
  • Adorei.Só hoje dei com o seu espaço, mas vou volta...
  • Olá! Apesar de comentar muito espaçadamente estes ...
  • tenho olhos azuis e sou loiro, a minha namorada te...
  • É bom ter de volta estes preciosos poemas. Fico co...
  • E nas feiras compram votos com canetas e autocolan...
  • Tenho de me penitenciar por ter estado uma semana ...
  • Uma mão cheia de bonitos poemas. Este último, entã...

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro