Ínfia Deusa

16.05.09


A ti,ínfia Deusa da saudade
um hino, versarei em preçes
Por todos os dias que teces
galopa mui gran ansiedade!

Te rogo, não ouses partir
os vesículos da quimera
que sempre brote a primavera
com novos cachos a florir.

Rebentem os prados de vida
com seus botões a sorrir
não mais ouses fugir
levando na alma a partida!...

Te hie-de versar uma estrofe
p'ra paz d'alma concederes
não mais teres de esconder
no peito agruras que sofres.

Dessa estrofe farei
um palácio em teu nome
que o dom das ninfas te tome
pois mui alto o erguerei.

Nas nuvens, então plantarei
um jardinzinho encantado
p'ra n'ele te versar meu fado
e em quantas lutas pelegei!...

MC

 

publicado por mcarvas às 05:48

São rosa II

16.05.09


Essas rosas que me encantam!
Essas prosas que me tomam...
Soltam arrepios quando falam
tão ditosas, que me embalam
sem résteas de mau fadar!

É um bailado de côres
tantos são os sentidos
que sôfregos, adormecidos
suspiram parcos sabores!

E neste frenezim encantado
soltam fagulhas ao vento
ao terno sabor do relento
detidos em sono cansado.

Sorriem, sorriem p'ra mim
quan novos; apráz-me saber
que a vida tem novo querer!
No sono, quan parco é o fim.

Adormeço, embebido em seu abraço
e n'ele me dispo do velho
todo pintado a vermelho
que em sangue lavou seu regaço!...

MC

 

publicado por mcarvas às 05:47

Rosas senhora

16.05.09


São rosa senhora!
Estas rosas que te dou
são tudo daquilo que sou
e medram de hora a hora.

São rosas senhora!
Este encanto que me segue
tanto pulsa quan persegue
é sempre momento, agora!...

São rosas senhora!
que me tomam os sentidos
desencontros desmedidos
me seguem a toda a hora...

São rosas senhora!
inundam todo o ser
arrebatam o querer
de ter-te sempre, agora!

São rosas senhora!
Que soltas todas se somam
vergam vontades e enleiam
não ter folgo de ir embora.

São rosas senhora!
Que exultam o temor
tomam todo o querer
sob o jugo de Izidora.

São rosas senhora!
Que a vil Deusa das trevas
semeia em tantos acervos
ao não me deixar ir embora!...

MC

 

publicado por mcarvas às 00:41

mais sobre mim

pesquisar

 

Maio 2009

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
18
20
21
22
24
25
26
27
28
29
30
31

comentários recentes

  • Gostei muito desta poesiaLindo,e triste o pobrezi...
  • Lindo, lindo o que aqui li, lembrou-me infância, s...
  • Gostei destas quadras, claro que gostei muito daqu...
  • Adorei.Só hoje dei com o seu espaço, mas vou volta...
  • Olá! Apesar de comentar muito espaçadamente estes ...
  • tenho olhos azuis e sou loiro, a minha namorada te...
  • É bom ter de volta estes preciosos poemas. Fico co...
  • E nas feiras compram votos com canetas e autocolan...
  • Tenho de me penitenciar por ter estado uma semana ...
  • Uma mão cheia de bonitos poemas. Este último, entã...

mais comentados

links

subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro